Jaime Faria cede em encontro de altos e baixos no adeus a 2022

Sara Falcão/FPT

MAIA — O português Jaime Faria (616.º classificado no ranking mundial) concluiu, esta segunda-feira, a temporada de 2022 no que à variante de singulares diz respeito com uma derrota na ronda de acesso ao quadro principal do Maia Open, o último torneio do ATP Challenger este ano.

À procura da primeira presença em quadros principais de torneios Challenger, o jovem de 19 anos perdeu por 6-0, 2-6 e 6-2 com o belga Gauthier Onclin (339.º), que na jornada anterior já tinha afastado Francisco Rocha.

Num encontro de altos e baixos, Jaime Faria tardou em colocar intensidade e permitiu ao adversário uma entrada de rompante que lhe valeu rapidamente a conquista da primeira partida. Mas o jogador do Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Ténis soube ler a situação e tirou proveito dos últimos jogos para preparar a entrada no segundo set, que controlou graças a um break precoce. No entanto, a reação não foi suficiente para levar a melhor na “negra”, em que voltou a ser demasiado passivo e permitiu a Onclin a entrada no court para o pressionar mais na pancada de serviço e caminhar em direção ao quadro principal.

Antes de Jaime Faria também Henrique Rocha caiu na ronda de acesso ao quadro principal, pelo que daqui para a frente o Maia Open contará com cinco portugueses em ação em singulares — todos com estreia prevista para terça-feira: Nuno Borges, que será o favorito do público, por jogar em casa, e o primeiro cabeça de série, e ainda Pedro Sousa (campeão em 2020), João Domingues, Gonçalo Oliveira e Fábio Coelho, o novo campeão nacional absoluto.

Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Total
2
Share