Oito portugueses entram a ganhar no qualifying em Setúbal

A sexta edição do Grupo Re/Max Lounge Setúbal Open arrancou este domingo com os primeiros embates da fase de qualificação. Na hora de fazer contas à primeira jornada da prova, são oito os portugueses que carimbaram o passaporte para a segunda ronda da fase de qualificação.

Eduardo Morais (na foto) foi dos primeiros tenistas “da casa” a carimbar uma vitória, com os parciais de 6-2 e 6-0 sobre o brasileiro João D’Agostini Borges. Praticamente ao mesmo tempo, Martim Simões também assegurou a continuidade em prova com um triunfo por 6-0 e 6-2 sobre o luxemburguês Lennart Melzer.

Mais tarde, as vitórias portuguesas regressaram e novamente em dose dupla. Diogo Morais afastou o espanhol Pedro de La Riva Bueno por 6-3 e 7-6[2], ao passo que Martim Marujo derrotou o compatriota Guilherme Rosa por 6-0 e 6-1. Os últimos lusos a vencer este domingo em Setúbal foram Tiago SousaBernardo Teixeira. O primeiro afastou o irlandês David Gabor por 6-2 e 6-2, ao passo que o segundo derrotou o croata Zvonimir Babic por 6-1, 2-6 e 10-8.

Um dia menos positivo tiveram alguns tenistas lusos, que não conseguiram continuar em prova. Afonso Portugal, líder do ranking nacional absoluto, caiu diante do espanhol Sergio Davila Godoy por 6-1 e 6-2. Pedro Estêvão Paulo Silva não conseguiram oferecer muita resistência aos opositores e foram derrotados, respetivamente, por Aditya Katticaren (6-0 e 6-1) e Simone Vaccari (6-0 e 6-0). Também Henrique Petiz foi derrotado, ao ceder por 6-2 e 6-3 para o francês Vivien Versier, e a ele juntou-se João Ferreira, que não conseguiu superar o dinamarquês Andre Meinertz (6-3, 5-7 e 10-6).


Total
16
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
16
Share