João Sousa a bom nível perde com Kei Nishikori em Indian Wells

Depois de duas vitórias na fase de qualificação que lhe permitiram alcançar o 50.º quadro principal da carreira em ATP Masters 1000, João Sousa (182.º colocado no ranking mundial) foi eliminado na primeira ronda de Indian Wells, nos EUA, pelo japonês Kei Nishikori, ex-número quatro mundial e atual 53.º que venceu pelos parciais de 6-7(3), 6-3 e 6-2 depois de 2h24.

No quarto encontro da história frente ao melhor tenista masculino da história do Japão, João Sousa apresentou-se a um bom nível, confirmando a boa forma das duas rondas anteriores, e esteve bem encaminhado para somar a segunda vitória frente a este adversário (a primeira aconteceu por desistência em pleno encontro no ATP 500 de Tóquio em 2016).

No entanto, a vantagem de um set e um break (7-6 e 2-1) não foi suficiente para o tenista de Guimarães, uma vez que Nishikori — especialista em inverter marcadores — usou a experiência para reentrar no encontro e aproveitou algumas quebras de rendimento (e concentração) do melhor português de sempre para construir a reviravolta.

Apesar de não ter conseguido segurar a liderança e de se ver rapidamente a perder por dois breaks no arranque da terceira partida, João Sousa foi à luta e vendeu cara a derrota: o pupilo de Frederico Marques recuperou por duas vezes um dos breaks de atraso, mas em ambas as ocasiões viu Nishikori responder de imediato (no segundo caso o jogo de serviço do português prolongou-se por 10 minutos até ser quebrado) para se manter no comando do encontro e consumar a reviravolta sem chegar a ser colocado entre a espada e a parede.

A derrota desta quinta-feira (já madrugada de sexta-feira em Portugal) colocou um ponto final na caminhada de João Sousa em Indian Wells, mas não apagou aquela que foi a semana do regresso do tenista português de 32 anos às boas exibições. Do deserto californiano de Indian Wells, o atual número dois nacional voltará ao circuito Challenger: na próxima semana está inscrito no torneio de Alicante, em Espanha, e na seguinte em Brest, França — ambos em piso rápido.


Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
2
Share