Nuno Borges perde na última ronda do qualifying de Wimbledon e fica à espera do sorteio de lucky loser

Nuno Borges (122.º classificado no ranking ATP) concluiu esta quinta-feira a participação no qualifying de Wimbledon com uma derrota na terceira e última ronda. O sorteio de lucky loser para a vaga deixada pelo norte-americano Sebastian Korda será a única forma do tenista português ainda chegar ao quadro prinfipal.

A cumprir a estreia como tenista profissional no torneio do Grand Slam britânico, o jovem maiato de 25 anos cedeu pelos parciais de 3-6, 7-6(3), 6-4 e 7-6(5) para o australiano Max Purcell (156.º), que na véspera já tinha eliminado Gastão Elias.

Resolvido em 3h03, o encontro podia ter sorrido a Borges, que liderou por um break no segundo set (3-1) e no quarto (3-0) antes de “permitir” a recuperação a Purcell, que começou a época a atingir a final de pares do Australian Open.

Nuno Borges defendia o estatuto de 13.º cabeça de série do qualifying e terminou como um dos quatro melhores classificados entre os tenistas derrotados na ronda de acesso ao quadro principal, pelo que ainda esta quinta-feira irá a sorteio com Stefan Kozlov (107.º), Zdenek Kolar (120.º) e Hugo Grenier (136.º) para a vaga de lucky loser aberta com a desistência de Korda.


Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
2
Share