Iga Swiatek volta a desiludir e tomba ao segundo teste no WTA 1000 de Cincinnati

Deixada para trás a maré invicta que perdurou por mais de quatro meses, Iga Swiatek não tem vivido momentos frutíferos e a adaptação ao piso rápido norte-americano está a decorrer aquém do esperado. Depois de na semana passada ter sido travada ao segundo desafio em Toronto através de um marco histórico para o ténis brasileiro, a líder do ranking feminino voltou a não ter um percurso longo e despediu-se do WTA 1000 de Cincinnati com uma derrota nos oitavos de final.

A jogadora polaca tinha ultrapassado o embate inaugural perante a anfitriã Sloane Stephens (57.ª), mas esta quinta-feira não teve o mesmo desfecho frente a outra representante das terras do Tio Sam. O decorrer do encontro foi de sentido único e a norte-americana Madison Keys (24.ª) não se deixou intimidar pelo estatuto da oponente para fixar a vitória de forma autoritária, com os parciais de 6-3 e 6-4 rubricados ao fim de quase hora e meia.

Com Keys a ter encontro marcado com a campeã em título de Wimbledon, Elena Rybakina (25.ª), nos quartos de final em Ohio, Iga Swiatek ruma a Flushing Meadows com apenas duas vitórias somadas na swing da América do Norte. Ainda assim, a número um da hierarquia – que está longe de ter a sua posição ameaçada – parte para Nova Iorque como principal favorita a suceder a Emma Raducanu na grelha de campeãs.


Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Total
2
Share