Vekic acaba com sonho de adolescente e com o seu jejum em Grand Slams

Donna Vekic só tinha alcançado por uma vez (já em 2019) os quartos de final de torneios do Grand Slam e dois anos consecutivo fustigados por lesões levaram-na a questionar se seria possível voltar a deixar a sua marca, até que esta segunda-feira a croata repetiu a proeza — e pela primeira vez no Australian Open.

Aos 26 anos, a ex-top 20 levou a melhor sobre a bem mais nova Linda Fruhvirtova, de apenas 17 anos e vinda da República Checa, após 2h07, com os parciais de 6-2, 1-6 e 6-3.

Num duelo de altos e baixos, o terceiro set parecia encaminhado para uma conclusão equilibrada, com as duas jogadoras a competirem em simultâneo ao melhor nível pela primeira vez. Só que Vekic guardou o melhor para o fim e conseguiu “encaixar” três jogos consecutivos para celebrar a vitória, impedido a adversária de se tornar, aos 17 anos e 273 dias, na mais nova quartofinalista dos últimos 25 anos, desde que a futura campeã Martina Hingis (17 anos e 124 dias) e Venus Williams (17 anos e 229 dias) avançaram na edição de 1998.

Mais de três anos depois de ter perdido nos quartos de final do US Open de 2019, Donna Vekic terá mais uma oportunidade de ir a jogo entre as oito melhores de um torneio do Grand Slam. Desta vez, a adversária da jogadora de Osijek será Aryna Sabalenka, que superou Belinda Bencic no arranque da jornada.

A bielorrussa é a jogadora em melhor forma neste arranque de temporada (8-0 em encontros e 16-0 em sets), mas a croata lidera o frente a frente entre ambas por impressionantes… 5-1.

Total
20
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Total
20
Share